fbpx

Gestão de estoque no mercado online: conheça os principais erros

gestao_de_estoque_no_mercado_online
Tempo de leitura estimado: 4 minutos

Por várias razões, o setor de comércio online enfrenta desafios que prejudicam o sucesso da operação. Um dos gargalos que mais chama a atenção são os problemas com a gestão de estoque no mercado online. Quando falhas acontecem todo o fluxo de abastecimento e distribuição podem ser afetados.

Por sua vez, o cliente tem a sua experiência de compra impactada de forma negativa, pois pode ocasionar a falta de mercadorias e atrasos na entrega. Por esse motivo, preparamos este conteúdo especial para demonstrar como esse processo é importante e quais são os principais erros. Continue lendo para conhecer todos os detalhes!

A importância da gestão de estoque na prática

A área de estoque é estratégica para as empresas que atuam no ramo de comercialização de produtos. Portanto, o cuidado com a execução dessas atividades afeta a operação como um todo e ajuda a conquistar benefícios como a:

  • redução de custos;
  • otimização do fluxo de caixa;
  • melhoria do atendimento aos clientes;
  • melhoria do controle do estoque físico; e
  • redução da necessidade de imobilização de capital.

Os principais erros de gestão de estoque no mercado online

O foco deste artigo é justamente listar os principais erros e as consequências que o supermercado online pode enfrentar caso não adote medidas preventivas. Alguns dos exemplos listados abaixo são evidentes e as suas repercussões aparecem de forma clara quando analisamos o desempenho da empresa.

Por outro lado, há problemas que atuam de forma sutil e que levam tempo a manifestarem falhas de grandes proporções. Independentemente de qual seja o caso, é importante ter visibilidade quanto às situações que podem acontecer decorrente de uma gestão ineficiente.

Não evitar a ruptura de estoque

Na gestão de estoque no mercado online um dos aspectos que merece destaque é a falta de produtos no momento que consumidor irá fechar o seu pedido. Essa ocorrência é chamada de ruptura de estoque e acontece quando algum produto está em falta no estoque.

Isso pode ser um problema para o comércio eletrônico por 2 motivos. O primeiro caso é que o site ou plataforma de compra não é atualizada em tempo real. Assim, o cliente pode fechar o pedido e fazer o pagamento de itens que não serão enviados devido à falta no estoque e isso pode gerar uma enorme insatisfação do cliente.

Em segundo lugar, a empresa não tem acesso a informações confiáveis sobre o estoque. Ambos os cenários são prejudiciais e afetam o relacionamento do supermercado com os clientes. Por isso, a nossa recomendação é prevenir essa situação por meio de ferramentas de gestão automatizada do estoque.

Em uma pesquisa produzida pela P&G, no relatório out-of-stocks foram identificadas os seguintes dados obtidos por meio dos consumidores:

gestão de estoque no mercado online

Deixar de prever a oscilação da demanda

Momentos em que a oferta é maior que a demanda e vice-versa são comuns no comércio varejista. Essas mudanças podem ser provocadas por períodos sazonais que já são conhecidos pelas empresas.

O período natalino e as celebrações da quaresma e páscoa são exemplos de ocasiões que mudam os hábitos de compra dos consumidores temporariamente. Além disso, esse setor também está sujeito ao surgimento de tendências que causam o aumento da procura por produtos específicos.

A diferença é que a sazonalidade é um fenômeno que pode ser previsto com um elevado grau de precisão. De acordo com a nossa experiência, as empresas podem contar uma análise de períodos anteriores e usar esse histórico para criar uma estimativa de consumo no momento atual.

Um aspecto que é comum tanto a grandes empresas como pequenos empreendimentos é a necessidade de planejamento. Portanto, é fundamental antecipar pedidos de compras com fornecedores para garantir que os produtos estarão disponíveis quando o volume de vendas começar a aumentar.

Não fazer um inventário periódico

A realização de inventários no estoque é uma prática comum em empresas de todos os portes. Esse processo consiste em elaborar uma lista com todos os itens em estoque do supermercado. Durante a primeira etapa a equipe se dedica a classificar e determinar o preço de aquisição de todos os produtos armazenados.

Em seguida, é feito um comparativo entre o estoque físico e as quantias registradas no sistema. Essa é uma etapa importantíssima, uma vez que, há situações que podem gerar erros nos registros.

Manter o controle de estoque sempre atualizado é uma necessidade para garantir a disponibilidade de mercadorias e prevenir perdas decorrentes da expiração de mercadorias.

Deixar de monitorar o giro de estoque

Esse processo tem relação com a necessidade de reposição de estoque. O objetivo é garantir o estoque mínimo, principalmente, dos itens com maior procura. Em termos simples, o giro de estoque é uma indicador que busca identificar quantas vezes os produtos foram vendidos e, em seguida, repostos.

Além de aplicar essa metodologia podemos incluir uma análise do prazo médio de estocagem. Esse monitoramento mostra o tempo de armazenagem de produtos contabilizando desde a entrada no estoque até a venda.

Os dois exemplos são essenciais para as empresas, especialmente no setor de supermercados. Mercadorias perecíveis requerem cuidados especiais com relação à organização e ao tempo de permanecer no depósito.

Não integrar o setor de compras e vendas

Para as empresas que usam sistemas de ERP a relação entre o setor de compras e processo de vendas é amplamente integrada. Se uma empresa deixa de reconhecer essa relação e não implementar mecanismos de acompanhamento há a incidência de riscos graves.

Um dos principais problemas que podem ser ocasionados são o desabastecimento do estoque. No varejo a falta de mercadorias para pronta entrega representa a perda de vendas. Esse aspecto se torna ainda mais relevante no comércio eletrônico.

É importante destacar que esse é um erro fácil de identificar, porém é fundamental ter meios de garantir a acessibilidade a dados relevantes para que a área de compras possa planejar as suas atividades. Assim sendo, é possível otimizar os processos de compra, negociação com fornecedores e processo logístico.

Por fim, você deve ter notado que o crescimento de supermercados que atuam no comércio eletrônico tem se tornado mais evidente. Para aproveitar essa oportunidade e explorar esse mercado é essencial focar na gestão de estoque no mercado online.

Além do estoque, nós também temos conteúdos exclusivos que tratam desse tema para aumentar os seus conhecimentos. Aproveite para ler o nosso post sobre qual é a relação entre supermercado delivery e a personalização do consumo.

Categorias
Compartilhe
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp