fbpx

Como criar uma cultura organizacional que atraia talentos para seu supermercado?

Cultura Organizacional para Supermercados

Falar de cultura organizacional é falar sobre pessoas. E quando temos uma cultura voltada para pessoas, pensamos na experiência do colaborador desde o recrutamento até o último momento com o time. Construir uma marca empregadora é um desafio de um passo por vez, exige um movimento contínuo para chamar atenção dos profissionais, uma vez que existe uma competitividade no mercado.

Juntar essas duas coisas: cultura voltada a pessoas e construir uma marca empregadora tem tudo a ver com employer branding. “O employer branding — que, em uma tradução mais livre, significa “marca do empregador” — é um conjunto de técnicas e ferramentas para gerar uma percepção positiva do mercado a respeito de sua empresa como local de trabalho. 

Ebook como preparar sua equipe para vender online

Na prática, como isso ajuda seu supermercado?

Na prática, tem como finalidade reforçar esses pontos positivos de como é trabalhar na organização, para fortalecer a imagem e atrair pessoas realmente talentosas para o quadro de colaboradores.

Quando bem trabalhado, os colaboradores veem a empresa como uma ótima opção para sua carreira — uma oportunidade para o desenvolvimento de seu potencial produtivo e valorização profissional. 

E o resultado? Construção de equipes de alta performance, e das condições de competitividade da empresa no mercado.

Confira o artigo: Treine sua equipe para um bom atendimento online no seu supermercado 

Como esses talentos buscam vagas?

O LinkedIn — a maior rede social de negócios do mundo — realizou uma pesquisa sobre o comportamento de quem está em busca de uma colocação no mercado e apurou que cerca de 75% das pessoas pesquisam detalhes e características das empresas antes de se submeterem à candidatura de uma vaga.

Mesmo que haja a necessidade de um emprego, o bom profissional irá buscar por vagas que ofereçam a ele melhores oportunidades de desenvolvimento e que também tenha uma cultura organizacional alinhada com seus valores. 

As empresas que desejam esse perfil seletivo, devem se preocupar com a confiabilidade da imagem que desejam transmitir.

Para isso, a comunicação por meio das redes sociais, como por exemplo o LinkedIn, são canais recomendados para estreitar esse relacionamento com possíveis candidatos.

Utilize a rede social para ajudar a fortalecer a imagem da sua empresa para as pessoas divulgando ações como por exemplo:

  • Rotina de treinamentos;
  • Ações com os colaboradores;
  • Oportunidades que a empresa tem;

Reprodução de divulgação de vaga Supermercado Lagoa para PCD’s

Imagem: Reprodução de divulgação de vaga Supermercado Lagoa para PCD’s

  • Momento de confraternização;
  • Reconhecimento de colaboradores em datas importantes.

Linkedin Supermercado Azulão

Imagem: Reprodução LinkedIn Supermercado Azulão

4 dicas para te ajudar a criar uma cultura organizacional atrativa

Agora… Vamos pra prática! Como criar essa cultura? Antes de tudo, é importante que todos vistam a camisa e não seja algo apenas do setor de RH, pois antes de tudo, as pessoas precisam se sentir pertencentes. Aqui vou deixar algumas dicas:

#1 Tenha claro seu objetivo 

Se faça perguntas como: “Que tipo de profissional quero chamar atenção para fazer parte do meu time? Já tenho um ambiente de trabalho propício para o que eu quero divulgar?”

#2 Aposte na comunicação

Sabe aquela frase do “o óbvio precisa ser dito” não espere que as pessoas já saibam – comunique insistentemente. Elabore um material que ofereça informações relevantes sobre o negócio e a cultura organizacional, por exemplo.

#3 Identifique o perfil desejado e estabeleça ações para atrair

Não dá para fazer processos como “receita de bolo” – pense no que o seu supermercado tem de diferente da concorrência e aposte e divulgue isso. As pessoas têm necessidades diferentes e procuram suprir algumas expectativas ao se candidatarem a um processo seletivo.

#4 Planeje bem as ações e tenha alguma forma de mensurar 

Devem ser pensadas inclusive a médio e longo prazo para não se esgotarem as fontes de boas práticas, correndo o risco de perder o encantamento, assim como não devem ser ações pontuais; a constância é super importante!

Por fim, crie indicadores que consigam medir a efetividade do employer branding no seu supermercado, como por exemplo:

  • Medir o nível de engajamento das publicações por meio de métricas como: salvamento, envio da publicação, comentários;
  • Analisar o tempo de vaga aberta;
  • Entender com candidatos que estão participando no processo seletivo por qual meio eles encontraram aquela vaga e quais suas motivações para trabalhar na empresa;
  • Medir internamente o nível de satisfação dos colaboradores.

Entender o que é employer branding pode ser um dos primeiros passos para conseguir esse diferencial. Os resultados dessa estratégia vão surgindo com o tempo. 

Assim sendo, é preciso que você trabalhe com paciência e de maneira constante, construindo uma imagem positiva pouco a pouco. 

Cláudia Araújo: Head de Gente e Cultura