fbpx

Como calcular o frete de entrega: conheça os métodos para o cálculo e a cobrança de frete

Cálculo do frete

O supermercado deve garantir boas experiências de consumo e mais comodidade aos seus clientes. O frete para a entrega de itens de primeira necessidade pode parecer arbitrário em um primeiro momento, entretanto, precisamos considerar os custos de manutenção do negócio.

A pandemia causada pela Covid-19 e a mudança constante de comportamento do consumidor impulsionaram o modelo de compras digital. Felizmente, as empresas têm a tecnologia como aliada e podem digitalizar os seus processos para acompanhar a urgência dessas adaptações.

A compra digitalizada e a entrega dos supermercados fazem parte do pacote requerido pelo cliente 4.0., um consumidor antenado quanto ao avanço da tecnologia, caracterizado pelo imediatismo e por ter uma necessidade cada vez maior de comodidade e de experiências de consumo personalizadas.

Ter uma logística eficiente sem onerar o consumidor é essencial para garantir a satisfação dos clientes em seus processos de compra. A cobrança do frete não é um problema para a empresa quando informado aos usuários do serviços desde o seu primeiro contato com a marca.

Por isso, neste artigo, destacamos alguns métodos para o cálculo e a cobrança de frete de entrega dos supermercados, para que você, gestor, saiba como cobrar pelo serviço sem onerar demais os clientes e comprometer a competitividade da sua empresa. Vamos lá?

Afinal, devo ou não cobrar o frete da entrega do supermercado?

 

O frete é um elemento crítico para a decisão de compra dos consumidores, principalmente em âmbito digital. Segundo o E-commerce Trends, esse é o principal motivo para o abandono de carrinhos em e-commerces (82,3%).

Entretanto, outros fatores também pesam na decisão dos clientes: a necessidade, a urgência e a comodidade demandadas pelo serviço. Por esse motivo, você precisa saber como calcular o frete de entrega e conhecer os todos os elementos que interferem nesse cálculo.

Ao assumir o custo do serviço para tornar o seu estabelecimento mais competitivo, você também precisa avaliar a viabilidade da estratégia: a sua empresa realmente consegue oferecer o frete grátis para atrair mais clientes ou isso será extremamente oneroso para o fluxo de caixa do negócio?

Além disso, não adianta oferecer frete grátis se o serviço não tem qualidade: prazos estendidos, erros, atrasos e perda de produtos por motivos como demora e falta de profissionalismo são exemplos de problemas que podem ocorrer e comprometer significativamente a confiabilidade da empresa.

Portanto, antes de aderir a qualquer modalidade de cobrança é preciso planejamento: conheça todos os custos intrínsecos no serviço e a capacidade da sua empresa em oferecê-lo.

Você pode pensar em oferecer o benefício de frete gratuito para compras acima de um determinado valor ou para produtos específicos, que tenham uma margem de lucro mais alta, por exemplo, mas sempre com o cálculo preciso para que seja financeiramente viável para a empresa.

Logística para supermercado

Como calcular o frete por conta do cliente?

 

Para entregas de menor volume, você pode considerar a contratação de entregadores que fazem o serviço com a bicicleta. Assim, a entrega não fica condicionada aos custos de combustível. Entretanto, nesse caso, é preciso considerar o valor do salário acrescido de encargos do entregador, assim como a sua capacidade de trabalho.

Por exemplo, suponha que o entregador foi contratado por uma diária de R$120,00 para 8 horas de trabalho, mas não suporta levar mais de 10 quilos por vez e demora 30 minutos para fazer uma entrega em um raio de 5km. Nesse caso, você precisa estabelecer o custo do serviço por meio da seguinte fórmula:

Cálculo de entrega de frete

 

Nesse exemplo, o custo do frete seria R$120,00 * 30 minutos / (8 horas * 60 minutos) = R $7,50. Perceba que você precisará analisar a viabilidade desse serviço: como o entregador consegue atuar sob esse custo apenas em um raio de 5km, você precisará de quantos entregadores para as regiões mais distantes?

Além disso, o serviço de entrega por bicicleta será viável para os clientes que moram em locais mais distantes desse raio ou você pode otimizar a cobrança do frete contratando um motoboy ou uma minivan?

Uma excelente forma de otimizar a logística de entrega do supermercado é criar rotas para aumentar a capacidade de entrega e reduzir o custo do serviço. Com um aplicativo próprio existe a alternativa de definir um raio para as entregas, o que facilita e delimita ainda mais o cálculo do valor.

Complemente esta leitura com o artigo: Logística para supermercados: tudo que você precisa saber

Se você tem mais de uma entrega para o mesmo bairro, por exemplo, certamente terá que contratar um veículo com capacidade para abrigar todos os produtos de forma a fazer uma única viagem.

Nesse caso, precisa considerar outros fatores para o cálculo do frete:

  • salário e encargos do motorista e/ou ajudante de entrega;
  • taxa de consumo do veículo: qual a demanda de combustível por quilômetro rodado;
  • custo do combustível;
  • despesas acessórias do veículo: manutenção, óleo, IPVA e seguro.

Considerando todos esses fatores, você estipula um valor que será multiplicado por cada quilômetro rodado. A partir disso, basta calcular a distância a ser percorrida entre o supermercado e a casa do cliente.

Por exemplo, vamos considerar os seguintes valores:

  • salário e encargos do motorista e/ou ajudante de entrega = R$2.000,00 mensais;
  • taxa de consumo do veículo: 10km/litro = se litro de gasolina é R$7,00 = R$0,70 por km rodado;
  • troca de óleo: a cada 3 meses R$80,00 = R$90,00/3 meses = R$30,00 mensais;
  • manutenção a cada 6 meses $450,00 = R$900,00/12 meses = R$75,00 mensais;
  • IPVA e seguro: R$600,00 anual/12 meses = R$50,00 mensais;

Nesse caso, a empresa gastará em média R$2155,00 fixo, isso, sem considerarmos o custo do combustível. Logo, o valor fixo precisa ser dividido pela quilometragem percorrida em um mês, vamos supor que seja de 2000km = R$1,07 por quilômetro rodado.

Agora, você deve somar a esse total o custo de combustível (R$0,70 por km rodado), logo, a sua taxa de frete será R$1,77 por quilômetro rodado.

Outra possibilidade para fazer entregas locais é a terceirização. Com ela a empresa contrata on-demand (sob demanda) e não precisa arcar com os custos de uma estrutura logística própria. Os valores dependem da empresa parceira e as variações de preço estão condicionadas aos mesmos fatores que relacionamos anteriormente.

Segundo a PwC, os consumidores estão dispostos a pagar um valor mais alto por uma entrega mais rápida, logo, você também pode oferecer um serviço express por um acréscimo na tarifa de frete.

Ao investir na Mercadapp, você como gestor de supermercado poderá aproveitar os benefícios da integração de nossa solução com os serviços de parceiros logísticos. Isso facilita a escolha e o processo de terceirização de entregas, para que você ofereça um serviço de qualidade sem onerar o cliente ou comprometer a competitividade do seu negócio.

A Mercadapp tem uma equipe pronta para orientar e ajudar no que for preciso para aumentar a eficiência logística do seu supermercado.

Entre em contato, conheça a nossa plataforma e confira as vantagens de ser nosso parceiro de negócios!